História do Celular: O primeiro Alô
0

5 posts neste tópico

A primeira chamada de um telefone celular foi realizada em 03 de abril de 1973, em Nova Iork, nos Estados Unidos, pelo pesquisador Martin Cooper, da Motorola. Somente dez anos depois, o celular chegou ao mercado americano e europeu, pesando 794 gramas e custava aproximadamente 4.000 mil dólares. Devido ao seu peso ganhou o apelido de “tijolo” pelos consumidores. O celular chegou ao Brasil em 1990. Na época, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações(Anatel), o país contava com 667 aparelhos. Em 1991, o número passou para 6.700 unidades. Em 1992 ultrapassou os 30 mil telefones celulares. Com a privatização da telefonia móvel no Brasil em 1997, o mercado se abriu para o capital privado, onde ocorreu um grande investimento no setor. Ocorreu um enorme aumento na produção de aparelhos, com isso, novos serviços foram oferecidos a um menor preço, numa disputa por novos consumidores. Ao longo dos anos, novos modelos mais sofisticados foram surgindo, fazendo com que os celulares mais básicos começassem a ficar mais baratos. Assim, a grande massa populacional teria acesso a essa tecnologia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A primeira chamada de um telefone celular foi realizada em 03 de abril de 1973, em Nova Iork, nos Estados Unidos, pelo pesquisador Martin Cooper, da Motorola. Somente dez anos depois, o celular chegou ao mercado americano e europeu, pesando 794 gramas e custava aproximadamente 4.000 mil dólares. Devido ao seu peso ganhou o apelido de “tijolo” pelos consumidores.

O celular chegou ao Brasil em 1990. Na época, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações(Anatel), o país contava com 667 aparelhos. Em 1991, o número passou para 6.700 unidades. Em 1992 ultrapassou os 30 mil telefones celulares.

Com a privatização da telefonia móvel no Brasil em 1997, o mercado se abriu para o capital privado, onde ocorreu um grande investimento no setor. Ocorreu um enorme aumento na produção de aparelhos, com isso, novos serviços foram oferecidos a um menor preço, numa disputa por novos consumidores.

Ao longo dos anos, novos modelos mais sofisticados foram surgindo, fazendo com que os celulares mais básicos começassem a ficar mais baratos. Assim, a grande massa populacional teria acesso a essa tecnologia.

eu nem pensave em nascer ainda hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É simplesmente incrível pensar que o celular, artigo que vinte anos atrás era considerado de luxo, passou a ser um item praticamente indispensável na vida das pessoas. E para atrair cada vez mais a atenção dos usuários, as empresas não cansam de adicionar novas funcionalidades. Toda esta tecnologia partiu de aparelhos que conseguiram 'apenas' fazer e receber ligações. 01 - 1973 a 1990 - Onde tudo começou! Martin Cooper, antigo pesquisador da Motorola, é considerado o 'pai dos celulares'. Em Abril de 1973, ele realizou a primeira chamada em um celular, ligando para o rival Joel Engell, chefe de pesquisas da Bell Labs. O protótipo usado foi aceito comercialmente nos EUA apenas 10 anos depois. Portanto, o Motorola DynaTAC 8000X foi o primeiro celular dos EUA - pesando quase 800g, medindo 25 cm de altura e com bateria pra 60 minutos de conversação. Enquanto isto, evidentemente outros países também investiam em redes para celulares e aparelhos próprios. A primeira rede para celulares totalmente funcional foi a NMT (Telefonia Móvel Nórdica), cobrindo Suécia, Noruega (a partir de 1981), Dinamarca e Finlândia (a partir de 1982). Como a rede era aberta, qualquer empresa poderia criar aparelhos compatíveis com a mesma. O primeiro celular (no sentido atual da palavra) para a NMT foi lançado pela Nokia-Mobira Oy (hoje, apenas Nokia Mobile Phones, líder mundial de celulares. Como a rede NMT funcionava em vários países, ela foi a primeira que permitia o roaming internacional, e foi um dos pilares para a criação da rede GSM (Global System for Mobile Communications). Hoje, o GSM é a tecnologia predominante em redes de celulares, sendo usada por mais de dois bilhões de aparelhos em 200 países. Os celulares começaram a diminuir de tamanho a partir de 1989, com a chegada do Motorola MicroTAC, que pesava 290 gramas e tinha autonomia de até 90 minutos. Este modelo específico recebeu várias versões diferentes, que se diferenciavam por pequenas melhorias e/ou mudanças no display. Um deles (PT-550) foi o primeiro aparelho celular a chegar ao Brasil, em 1990. 02 - 1996 - O início do design Em 1996, o Motorola StarTAC foi lançado, mostrando que o design também é importante neste mercado. Pesando apenas 88g , o StarTAC também foi marcado por ser o primeiro celular com alerta vibratório. 03 - 1999 - Tecnologia WAP A tecnologia WAP foi a primeira do gênero que permitiu que um aparelho celular ou um PDA acessasse a Internet. Os navegadores WAP permitem o mesmo tipo de navegação vista nos navegadores para computadores, com restrições devido ao tipo de aparelho que usa a tecnologia e ao tamanho da tela - tanto que sites vistos em navegadores WAP são feitos através da linguagem de formatação WML (e não HTML). O primeiro celular a suportar a tecnologia WAP foi o Nokia 7110. 04 - 2000 - Cadê a antena? Você pode perceber que todos os modelos citados até o momento apresentam uma visível antena na parte superior. O primeiro celular que aboliu a antena externa foi o Nokia 3210, lançado em 2000 - os designers agradecem! 05 - 2001 - Sorria, você está sendo fotografado! Hoje é extremamente difícil encontrar um celular que não tenha câmera digital (e alguém vai querer um?), e justamente por isto, ninguém pensa no primeiro celular com este recurso. Respondendo à pergunta, é o Sharp J-SH04, lançado em 2000 no Japão. 06 - 2001 - Smartphone: o início comercial O primeiro celular que pode ser considerado um smartphone real é o Kyocera QCP6035, lançado em 2001. Com 8 MB de memória e baseado nos sistemas dos PDAs da Palm, abriu as portas para o segmento extremamente bem sucedido de hoje, que uniu computadores de mão aos celulares. Dentre outros modelos iniciais de smartphones, podemos destacar a série Communicator da Nokia, o Ericsson R380 e Handspring Treo 180. 07 - 2002 - Recursos por voz A ativação de recursos por voz foi vista pela primeira vez no Danger Hiptop, lançado em 2002. Embora a funcionalidade seja rudimentar, o equipamento apresentava recursos para navegação Web e e-mails. Seu design também chamava a atenção, com a tela que girava 180 graus para revelar um teclado QWERT. 08 - 2003 - Celular para todos! As empresas de celular obviamente querem expandir seus mercados para todos os segmentos, e isto inclui países em desenvolvimento. Como símbolo deste raciocínio, podemos destacar o Nokia 1100, lançado em 2003. Além de apresentar um design resistente à poeira, foi uma unidade deste modelo que representou o bilionésimo aparelho da Nokia vendido. 09 - 2003 - A convergência que não deu certo... Para competir com o cada vez mais popular Nintendo Game Boy Advance, a Nokia lançou seu N-Gage, com uma plataforma própria de games, porta USB, MP3 Player e outros recursos multimídia em 2003. Porém, seu design estranho e seu sucessor com menos funcionalidades (N-Gage QD) o tornaram um fracasso comercial. 10 - 2004 - Design e funções juntos? melhor ainda! Um dos celulares mais bem sucedidos na história da Motorola é o Razr V3. Seu design icônico e extremamente fino e seu conjunto de tecnologias (conexões USB e bluetooth, câmera VGA e dois displays coloridos) fizeram com que o Razr V3 fosse um fenômeno de vendas - até hoje ele é um dos celulares mais vendidos nos EUA. 11 - 2005 - Motorola + Apple + iTunes... não, isto não é uma boa idéia! Em 2005, a Motorola era líder do mercado de celulares e a Apple (com seu iTunes) era revolucionava o mercado digital de músicas. Que tal unir as duas tecnologias? O resultado prático deste idéia é o Motorola Rokr E1, primeiro aparelho com autorização a tocar músicas adquiridas na loja iTunes. Só que limitações impostas pela própria Apple impediam que mais de 100 músicas fossem carregadas no celular, o que afastou os usuários. 12 - 2007 - O ápice da tecnologia 2007 foi um ano importante para mostrar que a convergência de tecnologias é totalmente possível no celular. No início do ano, a Apple mostra seu primeiro celular próprio, o iPhone (resultado de idéias que surgiram desde o fim da parceria com a Motorola). Embora o aparelho não tenha algumas tecnologias consideradas básicas em outros modelos, seu design, juntamente com a inovadora tecnologia multitouch (tela sensível a mais de um toque) o transformaram num fenômeno de vendas. Neste mesmo ano, a Nokia lançou o que até hoje é considerado o celular mais equipado do mercado, o modelo N95. A série N, lançada pela Nokia dois anos antes, tem o objetivo de representar os modelos mais bem equipamentos tecnologicamente, tendo como símbolo máximo o modelo em questão. O N95 é player multimídia, suportando vários formatos de música e vídeo, tem GPS integrado, Wi-Fi, câmera de 5.0 MP e acelerômetro (detector de movimentos). 13 - 2008 - Cada vez mais novidades! Neste ano, vimos várias versões melhoradas de aparelhos consagrados, como o Apple iPhone 3G e o Nokia N96 (sucessor oficial do N95, embora com mudanças que não agradaram a todos) e outras inovações (como o Motorola AURA e seu display circular) e o futuro Nokia N97, que promete unir a alta tecnologia de seus antecessores com smartphone com touchcreen da Nokia. Quem diria que este mercado começara com aparelhos que 'apenas' faziam e recebiam ligações... Fonte:MSN tecnologia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

È verdade coisa de louco mesmo rsrsrs asuahsuhasa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Você está comentando como visitante. Se você tem uma conta, por favor, entre.
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

0