SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

www.clansoft.net/dl/

Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Reginaldo SanTana™

Operadoras são proibidas de vender linhas de celular em Porto Alegre

4 posts neste tópico

Claro, Oi, Tim e Vivo são notificadas formalmente pela Unidade do Procon da capital gaúcha para consertar falhas no serviço e falta de sinal

O Procon de Porto Alegre (RS) começou nesta segunda-feira a notificar as empresas de telefonia celular Claro, Oi, Tim e Vivo por problemas em seus serviços, e as proibiu de vender novas linhas e internet 3G até as questões forem solucionadas. A medida se deve a deficiências das operadoras tanto na qualidade quanto na cobertura do sinal, conforme queixas recebidas de milhares de usuários.

Segundo o Procon, as companhias também deverão oferecer descontos aos clientes que foram prejudicados pela falta de sinal ou outras falhas no serviço.

Justificativas – As empresas de telecomunicação admitiram que existem problemas, mas os atribuíram, em parte, à legislação que rege o setor em Porto Alegre, a qual exige, entre outros pontos, que antenas de telecomunicações estejam separadas entre si por uma distância mínima de 500 metros.

Em nota divulgada por representantes das quatro empresas, elas falam que essa e outras normas municipais impedem que haja cobertura adequada de sinais e uma boa prestação de serviços.

(com agência EFE)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Suspensão da venda de celulares está sendo cumprida, diz Procon

A suspensão da venda de novas linhas de celular pré e pós-paga e de planos de internet móvel está sendo cumprida em Porto Alegre, afirma o Procon. A medida entrou em vigor nesta segunda-feira (16), após o órgão de defesa do consumidor notificar oficialmente quatro operadoras que atuam na capital gaúcha: Claro, Oi, Tim e Vivo.

Segundo a diretora executiva do Procon, Flávia do Canto Pereira, equipes de fiscalização percorreram durante a tarde os principais shoppings da capital gaúcha, além de lojas no centro da cidade. Nenhuma estava vendendo novos chips ou planos de internet 3G. “A suspensão está sendo cumprida. Por enquanto, ninguém foi atuado”, disse Flávia ao G1.

Cabe às operadoras avisar todos os revendedores de seus produtos da proibição em vigor. Em caso de descumprimento da medida, a multa prevista é de R$ 555 mil, além de R$ 555 para cada nova linha ou plano de internet comercializado, diz o órgão.

A suspensão é uma medida do Procon para tentar melhorar a qualidade dos serviços de telefonia móvel na capital gaúcha. Flávia do Canto Pereira conta que apenas nesse ano o órgão já recebeu 806 reclamações de consumidores insatisfeitos com o serviço.

A seccional gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS), que solicitou a suspensão da venda ao Procon, diz ter recebido dos clientes outras 500 reclamações de locais apontados como “pontos cegos”, não cobertos pelas operadoras, em todo o estado.

O prazo para as empresas responderem à medida é de 10 dias. A suspensão da venda é temporária, até que as operadoras atendam a solicitação do Procon. O órgão exige que os clientes que ficaram sem sinal sejam reembolsados e que as empresas informem publicamente quais áreas da capital gaúcha têm a cobertura comprometida.

Por enquanto, o Procon não recebeu nenhuma resposta das operadoras. Um advogado contratado pelo SindTeleBrasil, sindicato que representa as empresas no país, foi até o órgão buscar informações sobre a medida cautelar administrativa. O sindicato vai recorrer da decisão.

Em nota, o sindicato das empresas voltou a apontar a legislação de Porto Alegre como uma das causas para a baixa qualidade do sinal. Segundo o órgão, a lei para a instalação de novas antenas, que ampliariam a infraestrutura, é ultrapassada e uma das mais “restritivas” do país.

“O SindiTelebrasil reforça (...) o empenho e a disposição das prestadoras de telefonia móvel em melhor atender seus clientes. Nesse sentido, o sindicato não medirá esforços para reverter a proibição das vendas na cidade”, diz trecho do texto.

via g1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Além da proibição de vender novas habilitações de celular e planos de internet móvel, a medida cautelar administrativa irá exigir que as operadoras informem por meio de rádio, televisão e jornal os pontos em que não há sinal ou sombra na cidade. A de se entender que nó aqui do Rio Grande do Sul somos um dos estados brasileiros com mais linhas móveis do país, que em maio somaram 14,9 milhões, e também com maior penetração, com mais de 134 acessos móveis a cada 100 habitantes, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Espero que seja estendido ao estado todo, não só capital como sempre, aliás Brasil todo e pronto! Estão nos tirando pra bobos a muitos anos e pouco de fato foi feito a dar um basta! Viva as operadoras, mas que nos respeitam não só nos saqueando os bolsos! :good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, agora vale pro país inteiro:

A Anatel decidiu suspender a partir desta quarta-feira a venda de chips de três das maiores operadoras de telefonia móvel do país: TIM, Oi e Claro.

Somadas, as três empresas têm cerca de 70% do mercado de telefonia móvel no país -- Claro (24,59%), Oi (18,59%) e TIM (26,88%).

A Folha apurou que as vendas ficarão interrompidas até que elas apresentem um plano de investimento para os próximos dois anos, com metas para resolver problemas na qualidade dos serviços prestados aos consumidores.

Os técnicos da Anatel trabalhavam, nesta manhã, com previsão de impedir a venda e a ativação de novas linhas pela TIM em cerca de 15 Estados, pela Oi em 6 e pela Claro em 3.

A medida, que deve ser anunciada pela Anatel nesta tarde, em coletiva à imprensa, foi motivada pelo índice de reclamação dos consumidores sobre essas três empresas.

A Vivo, que é a maior operadora do país, não será afetada. Todas as operadoras, porém, serão obrigadas a melhorar os serviços.

_______________________________________

Quer dizer, lucram aos bilhões, quando investem gastam dezenas de milhões, e o consumidor é que financia algo que não tem retorno.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0