SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

www.clansoft.net/dl/

Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Reginaldo SanTana™

1982, O Ano Em Que a Seleção Encantou o Mundo

2 posts neste tópico

Esporte Espetacular, sobre a Seleção de 82. *** Sim, aquela era uma Seleção, com S maiúsculo. Jogadores inesquecíveis: Leando, Oscar, Luisinho, Júnior, Falcão, Sócrates, Zico e Éder. *** Pois é, faltam 3 jogadores. E esses 3 não eram pra estar lá. E, talvez, se não estivessem, teríamos outro final pra essa história. Vamos a eles: *** 1 – Valdir Perez: Fraco, deixava passar bolas fáceis e não inspirava a menor confiança. Sei disso por ter conversado com um desses jogadores citados acima, que pediu que não revelasse seu nome. Mas isso era consenso entre eles. *** 2 – Toninho Cerezo: Estava em péssima forma. Errava tudo. Deu o passe pra Paolo Rossi fazer o segundo gol e jogou pra escanteio uma bola nossa, dominada, sem perigo, no lance que originou o terceiro gol. *** 3 – Serginho Chulapa: Jamais foi titular. Era o incrível e genial Reinaldo, do Galo. Infelizmente, estava lesionado e foi cortado. Telê chamou Roberto Dinamite pro seu lugar, que estava em plena forma, muito bem, mas nem no banco ficava. *** Aí, entra o fator Telê. Um treinador genial, que botava o time pra frente, que queria vencer e com futebol bonito. Nada de 1 x 0 feio. Mas ele tinha um problema muito sério: A sua teimosia. *** Até a véspera da Copa ele jogou com Paulo Isidoro, na ponta. No primeiro jogo, contra a Rússia, entrou com Dirceu na ponta direita, que era canhoto. Paulo Sérgio, goleiro do Botafogo, era o melhor do país, mas ele insistiu com Valdir Peres. E Serginho, que chegou a tirar uma bola que seria gol certo dos pés de Zico e chutar pra fora contra essa mesma Itália, deveria ter dado lugar à Roberto. Sem contar o pênalti clamoroso, onde o jogador italiano chegou a rasgar a camisa do Zico e o juiz ignorou. *** Esses meus comentários também foram de todos os que viveram esses momentos. Foi triste. O Mundo ficou extasiado com o futebol bonito, envolvente, praticado, principalmente, por Leandro, Júnior, Falcão, Sócrates, Zico e, surpreendentemente, Éder. Surpreendente porque era um jogador instável, que metia a porrada, vivia de chutões. E nesse time foi mais um genial. O gol contra a Rússia mostrou isso. *** Mas, pra quem viu, ficou a tristeza da eliminação e a alegria de um futebol de toques geniais, gols maravilhosos, jogadas incríveis. *** Pra quem não viu, busque na net e curta o que foi um momento único do futebol brasileiro, reconhecido pelo Mundo inteiro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0