Cobertura de celular já ultrapassa 86% dos municípios brasileiros
0

1 post neste tópico

A telefonia celular no Brasil começa 2010 muito próxima de atingir cobertura de 100% dos municípios, aponta o Atlas Brasileiro de Telecomunicações 2010, publicação da TELETIME que consolida informações da Anatel com dados das próprias operadoras. De fato, em 2009 as operadoras móveis fizeram o que nunca haviam feito antes: cresceram nada menos do que 25% em termos de cidades cobertas. Em outubro de 2009, quando os dados desse Atlas foram compilados, as operadoras de celular chegavam a um total de 4.773 municípios, contra 3.824 no mesmo período de 2008. O crescimento se explica, obviamente, pelas obrigações de cobertura que todas as operadoras firmaram com a Anatel ao conquistarem o direito de operar nas faixas de terceira geração. Estas obrigações implicam 100% de cobertura dos municípios brasileiros com redes celulares até o final de abril de 2010. Faltavam, em outubro, pouco mais de 780 municípios a serem atendidos em um prazo de seis meses, portanto.

Ao longo do ano de 2009, a operadora que proporcionalmente mais cresceu em área de cobertura foi a Oi, que passou de um total de 1.912 cidades em outubro de 2008 (somando a área original da Oi e a da Brasil Telecom) para 2.719 em 2009. A Vivo, que já era a operadora com a maior cobertura em 2008, com 3.180 cidades, passou a 3.410 cidades (crescimento de 7%). A Claro cresceu 23%, saindo de 2.686 para 3.308 cidades cobertas, e a TIM foi de 2.623 cidades para 2.954 cidades, um crescimento de 12,6%. A pequenina Aeiou tinha 12 cidades cobertas em 2008, e agora tem 16.

A expansão das redes 3G também foi expressiva, e passou de 355 cidades em outubro de 2008 para 739 cidades em outubro de 2009, um crescimento de 108%. Com isso, as redes 3G já estão hoje atendendo a cidades que somam 75,8% do potencial de consumo do Brasil, 108,7 milhões de habitantes e 32 milhões de domicílios. O dado ruim para as teles móveis é que destes municípios atendidos por redes 3G hoje, apenas 20 cidades não têm redes de banda larga fixa disponíveis.

Vale ressaltar que nem toda a área dos municípios é atendida pelas celulares e que o critério utilizado pela Anatel e pelas empresas para considerar atendimento em determinada localidade é a existência de pelo menos uma ERB instalada e operante.

Fonte: TELETIME

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
0