SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

www.clansoft.net/dl/

Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Reginaldo SanTana™

TIM não descarta ficar de fora do leilão do 4G

2 posts neste tópico

Please login or register to see this image.

O presidente da TIM, Luca Luciani, afirmou há pouco que não descarta a possibilidade de ficar de fora do leilão de 4G no Brasil.

"Não podemos excluir essa condição. Se as condições não acompanharem os conceitos de alocação de recursos e retorno do capital investido, a TIM não vai", afirmou, em teleconferência com analistas e jornalistas.

No início do mês, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o edital de licitação para o leilão das faixas de radiofrequência para a telefonia de quarta geração será publicado no dia 16 de abril. A meta do governo é implantar 4G em todas as cidades escolhidas para sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

O leilão contemplará as faixas de 451 megahertz (MHz) a 458 MHz; de 465 MHz a 468 MHz e de 2,5 gigahertz (GHz) a 2,69 GHz. O leilão levará em consideração investimentos, parte da operação, retorno de capital e perspectiva de crescimento da demanda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

TIM vai investir pesado no 3G, mas pode ficar de fora do 4G

Uma boa e uma má notícia para os clientes da TIM. A boa é que a empresa deve investir pesado em 2012 para ampliar a rede 3G e melhorar a qualidade do serviço. A má notícia é que isso pode fazer com que a operadora fique de fora do leilão das frequências de quarta geração.

Luca Luciani, presidente da TIM Brasil, se manifestou contra o leilão que ocorrerá em maio para as frequências de 2,5 GHz. Para o executivo, seria melhor adiar o leilão. A justificativa de Luca é que os investimentos feitos nas rede 3G ainda não foram recuperados no Brasil, e novos investimentos na rede 4G seriam inviáveis no momento.

Não é a primeira vez que o presidente se diz contra o leilão. Além de querer adiar a data, Luca também acredita que a faixa de 700 MHz seja uma melhor opção, no lugar da faixa de 2,5 GHz. Isso porque o investimento nessa faixa é menor do que o necessário para redes 2,5 GHz.

A faixa de 700 MHz é atualmente utilizada pelas empresas de radiodifusão, e poderia ser alocada para prestação de serviços de banda larga móvel, quando a TV analógica migrar para a tecnologia de alta definição. Em 2016, essa faixa estaria livre, podendo ser usado pelas operadoras. O problema é que, salvo a TIM, ninguém quer esperar mais 4 anos para que isso aconteça.

Além da grande quantidade de capital necessário para adquirir o direito de uso das faixas no leilão, a Anatel também impõe metas de qualidade às operadoras participantes, que devem garantir que a cobertura 3G chegue a regiões menos populosas.

Por outro lado, a TIM anunciou que pretende investir R$ 3 bilhões ao longo deste ano, onde boa parte desse dinheiro seria direcionado à ampliação da infraestrutura de rede, aumentando o alcance da rede 3G e melhorando a qualidade do sinal. No ano passado a empresa investiu R$ 2,9 bilhões, dobrando a capacidade da rede 2G e melhorando a qualidade do serviço de voz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0