Vasco volta à elite do futebol brasileiro
0

4 posts neste tópico

Rio

O Vasco assegurou matematicamente o seu retorno à série A do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Juventude por 2 a 1, em partida disputada na tarde deste sábado, no Maracanã pela 34ª rodada da série B. Com a vitória o time carioca chegou aos 70 pontos ganhos e não pode mais ser alcançado pelo quinto colocado que tem 13 pontos a menos, faltando apenas quatro rodadas para o término da competição.

Mais de 80 mil pessoas estiveram presentes quebrando o recorde da série B em todos os tempos. O Vasco mereceu a vitória por ter sido mais objetivo enquanto o Juventude além de encontrar muitas dificuldades durante o jogo ainda teve que disputar mais de 30 minutos do segundo tempo com o atacante Mendes improvisado no gol por causa da expulsão do goleiro Juninho quando a equipe gaúcha já tinha feito as três substituições. Mendes não fez uma defesa sequer durante o tempo em que esteve em campo.

Na próxima rodada o Vasco vai enfrentar o Campinense em Campina Grande enquanto o Juventude receberá a Portuguesa em Caxias do Sul.

O jogo começou com dez minutos de atraso porque a delegação do Vasco encontrou problemas para chegar ao Maracanã por causa do engarrafamento. E com o calor muito forte no Rio de Janeiro, a partida começou em ritmo lento, mas com o Vasco um pouco mais agressivo enquanto o Juventude preferia ficar em seu campo e tentar surpreender o adversário em lançamentos longos para Zezinho e Marcos Dener.

O primeiro lance de gol só aconteceu aos dez minutos em chute de Paulo Sérgio que o goleiro Juninho defendeu sem dificuldade. Já o time visitante só apareceu na área carioca aos 17 minutos quando Zezinho enfiou a bola entre as pernas de Paulo Sérgio mas acabou desarmado por Titi.

O time comandado por Dorival Júnior mostrava muita ansiedade e errava muitos passes quando se aproximava da defesa do Juventude. Só aos 22 é que a torcida voltou a vibrar quando Élton recebeu na entrada da área, girou e bateu por cobertura. A bola bateu no travessão e saiu dando grande susto no goleiro do time gaúcho.

Aos 28 minutos o Vasco abriu o marcador em lance irregular. Após cruzamento de Ramon, Élton desviou com a mão e Adriano, livre, não teve dificuldades em colocar nas redes de Juninho. O protesto dos gaúchos de nada adiantou porque o árbitro confirmou o gol.

O time gaúcho sentiu o golpe e levou dez minutos para voltar ao jogo enquanto o Vasco procuarava administrar a vantagem, tocando a bola para evitar o desgaste provocado pela alta temperatura. Aos 39 minutos, Marcos Denner fez boa jogada driblando três defensores mas seu cruzamento não encontrou ninguém na área.

O Vasco ainda teve uma boa chance mas Élton não conseguiu aproveitar o passe de Adriano e preferiu tocar a bola até o final do primeiro tempo.

O Juventude voltou modificado para o segundo tempo. O volante Xavier que chorou no gramado durante o primeiro tempo ao sentir uma lesão muscular,não teve condições de voltar. E o time gaúcho voltou com uma postura mais agressiva para o segundo tempo. Aos quatro minutos, Souza falhou ao tentar dominar a bola que sobrou para o lateral Bruno Telles que arriscou de fora da área e deu grande susto no goleiro Fernando Prass. Aos oito o goleiro vascaíno teve que sair de soco para afastar um cruzamento de Lauro.

Nos primeiros minutos da etapa final, o time carioca encontrava dificuldades para criar jogadas ofensivas o que começou a irritar a torcida com passes errados. Só aos 12 minutos é que Carlos Alberto levantou a torcida ao driblar três adversários e chutar com relativo perigo para o gol de Juninho. Aos 13, novamente Carlos Alberto driblou Irineu e chutou cruzado mas Juninho espalmou para escanteio.

Aos 17 minutos, o Juventude chegou ao empate através do zagueiro Irineu que aproveitou uma cobrança de falta ao lado da área para subir mais do que a zaga e cabecear sem chances para Fernando Prass que nem se mexeu.

O Vasco partiu para o ataque e dois minutos depois, Adriano recebeu na pequena área e foi derrubado pelo goleiro Juninho. O árbitro marcou pênalti e expulsou Juninho. Como já tinha queimado as três substituições, o técnico Ivo Wortmann foi obrigado a colocar o atacante Mendes que tinha entrado minutos antes no gol. E ele não conseguiu defender o chute de Carlos Alberto que bateu colocado para colocar o Vasco novamente em vantagem.

Mesmo com um jogador a menos e com um atacante improvisado no gol, o time gaúcho partiu em busca do empate o que teria alcançado aos 26 minutos e se não fosse a boa saída do goleiro Fernando Prass que tirou a bola da cabeça de Jorge Felipe.

Mesmo com vantagem numérica e com Mendes no gol, o Vasco não conseguia chutar em direção ao gol do Juventude o que só aconteceu aos 37 com Ramon mas a bola explodiu no travessão do time gaúcho.

No último lance da partida, Mendes largou o gol e foi para a área do Vasco. Depois da cobrança, com o Juventude sem goleiro, o time carioca teve a chance de ampliar mas errou a finalização.

Fonte: Diario do vale

Nosso companheiro da administraçao deve estar contente hem Heitor

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz, nem fala, amo meu time, mesmo ele estando na 2º divisão eu compareci em quase todos os jogos aqui no Rio de Janeiro, sempre apoiando, parabéns a todos os vascaínos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É Heitor eu torci tbm pro Vasco subir mesmo!!!

Ele nuam pode ficar fora da Elite Brasileira mesmo naum!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz, nem fala, amo meu time, mesmo ele estando na 2º divisão eu compareci em quase todos os jogos aqui no Rio de Janeiro, sempre apoiando, parabéns a todos os vascaínos.

É meu amigo Heitor, parabéns e boa sorte nessa nova caminhada (44444)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
0