Ir para conteúdo

Clan SOFT - SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

https://www.clansoft.net/

 

Entre para seguir isso  
Reginaldo SanTana™

Chuva deixa cidades do RJ e SP sem comunicação

Posts Recomendados

Moradores da região serrana do Rio de Janeiro e da cidade de Franco da Rocha, em São Paulo, enfrentam sérios problemas com as enchentes, entre eles a falta de luz e de serviços de comunicação. No Rio de Janeiro, as cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo foram as mais destruídas pelas chuvas e enfrentam falta de abastecimento de água, luz e muitos moradores estão sem telefonia fixa. Empresas de telefonia celular como Claro, Vivo e TIM, confirmaram que a região serrana do Rio de Janeiro enfrenta problemas para receber e efetuar chamadas. De acordo com as operadoras, a falta de energia na região prejudica a transmissão de sinal desde a madrugada de ontem (12) e ainda se encontra instável em boa parte dos locais afetados. Devido a estes problemas, algumas antenas de telefonia, como a da Vivo, passaram a operar com baterias, que têm autonomia de até quatro horas. Entre as cidades cariocas mais afetadas pela falta de serviços de comunicação estão: Nova Friburgo, Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, Santo Antonio de Pádua, Cachoeira de Macacu, Conceição de Macabu, Carmo, Teresópolis, Cantagalo, Quissamã e Bom Jardim. Em São Paulo a situação é menos caótica, porém igualmente problemática. A cidade de Franco da Rocha, distante 47 km de São Paulo, sofre com uma enchente que inundou quase 20% da cidade, especialmente a região central. Como resultado os serviços de água e luz estão precários e a telefonia fixa também foi afetada. A linha de trem 7-Rubi, da CPTM, está com a circulação interrompida no trecho entre Caieiras e Franco da Rocha devido à enchente. Por conta das fortes chuvas que caíram sobre a cidade, a prefeitura de Franco da Rocha foi obrigada a abrir as comportas da represa local, fazendo com que um grande volume de água cobrisse parte da cidade. A região próxima ao rio Atibaia, interior do estado, também enfrenta dificuldades de comunicação e falta de serviços básicos. Em Atibaia, alagamentos e deslizamentos de terra impedem a locomoção em parte da cidade, onde apenas bombeiros e barcos chegam. Em São Paulo, as operadoras informaram que tanto em Franco da Rocha quanto Atibaia, as transmissões de sinal de celular estão funcionando normalmente. As chuvas estão castigando a região sudeste do país desde o final de dezembro e continuam a se intensificar. Até o momento mais de 300 pessoas morreram na região Serrana do Rio de Janeiro e mais de 2 mil estão desabrigadas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Número de mortos na Região Serrana chega a 399; há 13 mil fora de casa

Posted Image

RIO e SÃO PAULO - O número de mortes provocadas por deslizamentos de terra devido às chuvas na Região Serrana do Rio subiu para 399, após a inclusão de Sumidouro entre as cidades afetadas no Estado. Segundo a prefeitura do município, ao menos 19 moradores morreram na região rural. Petrópolis registra 39 mortos, enquanto Teresópolis tem 172 vítimas e Nova Friburgo, 169.

Já o número de pessoas que estão fora de casa nas cidades castigadas pela chuva chega próximo aos 13 mil, segundo boletim divulgado nesta quinta-feira pela Defesa Civil estadual. São ao menos 7.780 desalojados (na casa de parentes ou amigos) e outros 6.050 que estão desabrigados (em abrigos do governo).

Há 3.600 desalojados e outros 2.800 desabrigados em Petrópolis; 960 desalojados e 1.280 desabrigados em Teresópolis; e 3.220 desalojados e 1.970 desabrigados em Nova Friburgo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×