SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

www.clansoft.net/dl/

Entre para seguir isso  
Seguidores 0
gustavo serafin

Procedimento Prático Para Reparar Fontes de PC

1 post neste tópico

Elementos necessários:

1.- Multimetro

2.- Transformador isolador 1:1 (220V-220V ou 110V-110V)

3.- Lâmpada série 100w.

4.- Soldador de 40w.

5.- Estanho e demais componentes para dessoldar e soldar.

Comunidad Electrónicos

1.- Se o fusível estiver queimado, antes de trocá-lo por outro recomenda-se medir os diodos ou a ponte retificadora. Os diodos conduzem corrente em 1 só sentido. Se conduzirem nos dois sentidos da ponta de prova do onhmimetro significa que estão queimados (curto) e precisam ser trocados por tipos iguais ou de maior capacidade. Nunca se deve soldar um arame no lugar do fusível.

2.- Continuamos dessoldando e medindo os transistores de comutação de entrada de linha.

A maioria são do tipo NPN, ao medi-los devemos recordar que as junções base-coletor e base-emissor devem conduzir em 1 só sentido, se indicarem resistência baixa devem ser substituídos.

3.- Verificar se os capacitores eletrolíticos do filtro não estão defeituosos.

Visualmente podemos verificar se não estão estufados ou com liquídos vasados, com um ohmimetro verficamos se estão em curto.

4.- Existem 4 resistores associados aos transistores de potência que podem deteriorar-se, especialmente se os transitores entrarem em curto. Os valores variam conforme a marca da fonte, porém 2 deles se conectam nas bases dos mesmos e estão em torno de 330k Ohms, já outros possuem valores de aproximadamente 2,2 Ohms e se conectam nos emissores dos transistores.

5.- O "arranque" da fonte se obtem por um capacitor do tipo poliester em série com o transformador de entrada e uma resistência de aproximadamente 10 Ohms. Se um destes componentes se abrirem a fonte não "arranca".

6.- ATENÇÃO: No momento de provar a fonte, já que esta funciona diretamente com tensão da rede, é recomendado que se conecte com um transformador 1:1 de acordo com a tensão da mesma (220v-220v ou 110v-110v). Isto evita riscos desnecessarios. Tambem podemos conectar uma lâmpada em série de 100w pois não sabemos se ainda há algum curto.

7.- Estas fontes precisam de um pulso de arranque para iniciar seu funcionamento. Podemos conectar a alimentação a placa mãe sem a necessidade de conectar os outros elementos (disquetes, disco rígido, Cd player, etc).

8.- Se depois destes procedimentos nenhum resultado for obtido será necessario verificarmos que o oscilador da fonte está funcionando para isso precisaremos de um osciloscópio de pelo menos 20 Mhz. É nesta hora que verificamos o tempo que gastaremos adiante deste serviço com o próprio custo de uma fonte nova, será que vale a pena? ou já devemos recomendar a troca da mesma?

Os integrados moduladores de pulsos da maioria das fontes estam nos manuais de circuito do tipo ECG da Philips ou similares.

Começamos por verificara alimentação do integrado e as tensões de seus terminais.

Nestas fontes são utilizados diodos do tipo 1N4148 de baixo sinal que se danificam com facilidade (use o ohmimetro para testa-los) e diodos zener que podem entrar em curto.

Na maioria das fontes existem retificadores integrados que fisicamente se parecem com transistores porém são dois diodos. Podemos retirá-los e testa-los. Devemos retira-los para os testes pois o transformador com o qual trabalham influenciara na medida se esta for feita no circuito, indicando que os diodos estam em curto. Conclusão:

Seguindo estes passos podemos reparar dezenas de fontes de PC. Espero que estas informações possam ser utilizadas principalemte pelos iniciantes, pois os técnicos experientes conhecem muito do que foi descrito aqui. Nunca consegui diagramas de fontes de PC, tive que me virar com manuais de informações de transistores e CIs.

Deve ser prudente e paciente para dessoldar e ressoldar componentes na placa de cicuito impresso para não danificar componentes ou as trilhas da placa de circuito impresso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0