SERVIDOR DE DOWNLOADS PARA TÉCNICOS!

É técnico? Então você precisa estar atualizado com um serviço de downloads exclusivo e profissional. O Clan SOFT é essencial para técnicos que não tem tempo para ficar procurando firmwares, softwares e procedimentos pela internet, como você.

www.clansoft.net/dl/

Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Reginaldo SanTana™

Operadoras móveis pedem impugnação de leilão da banda H

1 post neste tópico

Solicitação foi apresentada à Anatel pelo SindiTeleBrasil, que reivindica participação das prestadoras de serviços 3G na licitação. O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) está pedindo a impugnação do edital da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para venda das faixas de frequência da banda H, destinadas à prestação de serviços 3G. O pedido foi entregue ao órgão regulador na última sexta-feira, 5/11. A Anatel marcou o leilão da banda H para 14/12, com recebimento das propostas dos investidores até dois dias antes. Pelas regras da agência, a preferência na venda das licenças será dada para operadoras que ainda não exploram 3G. Somente nas regiões onde não haverá investidores entrantes é que as atuais prestadoras desse serviço poderão comprar mais espectro. Em comunicado, o SindiTelebrasil informa que essa exigência “cria entrave à oferta dos serviços de telecomunicações e inibe fortemente a expectativa de atendimento à crescente demanda, que não poderá ser suprida sem que novas faixas de espectro estejam disponíveis”. A entidade argumenta que as novas frequências são indispensáveis para a ampliação da banda larga no Brasil. “Por se tratar de uma licença de terceira geração da telefonia celular, que permite a oferta de conexão à internet rápida, essa banda se torna condição essencial para ampliar a inclusão social. Para as prestadoras, representa mais capacidade, qualidade e eficiência em sua infraestrutura”. De acordo com o Estudo Técnico para Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil, elaborado pela Anatel, espera-se um elevado crescimento dos acessos em banda larga móvel, que podem alcançar 125 milhões de clientes em oito anos. Com base em projeções da União Internacional de Telecomunicações (UIT), até 2020 o Brasil terá que destinar um total de 1.180 MHz para o tráfego de dados transmitido por redes móveis. Hoje, esse segmento dispõe de um total de apenas 355 MHz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0