Ir para conteúdo
Compartilhamento de Links do Clan SOFT em Grupos de WhatsApp Leia mais... ×

Entre para seguir isso  
Reginaldo SanTana™

Conversor de TV Digital poderá ser usado como desconto na compra de novo televisor; entenda

Posts Recomendados

 novela envolvendo a implantação da TV Digital no país parece não ter fim o mais novo capítulo desta história envolve o governo brasileiro, as fabricantes de televisores e, claro, os consumidores. De acordo com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações,Gilberto Kassab, o Ginga, software brasileiro que permite interatividade, será usado como crédito na compra de aparelho de televisão novo:

Citar

Se a indústria quiser, o conversor poderá ser utilizado como entrada na compra de um aparelho novo. Vale como moeda de troca e o governo recompra”.

Para você que não está muito por dentro da polêmica, o Ginga era uma grande promessa na expansão do sinal digital pelo país, porém, na prática, acabou não vingando e teve seu fim decretado. Para que a interatividade aconteça, é necessário que o usuário tenha conexão com a internet, ou então apenas se torna um mero receptor de informações. Em virtude disso, muitas famílias de baixa-renda, principalmente as beneficiárias do bolsa-família, acabavam não podendo usufruir dessa tecnologia.

 

Para contornar a situação, o governo brasileiro adquiriu cerca de 14 milhões de conversores, mas com a chegada da SmartTVs, por exemplo, o aparelho acabou se tornando obsoleto e travando uma batalha com as fabricantes, já que para se beneficiarem dos incentivos fiscais da Lei da Informática as mesmas são obrigadas a incluir o middleware de interatividade em 90% dos aparelhos de TV produzidos nacionalmente. Pensando em uma solução, o governo apresentou essa contraproposta e ainda afirmou que isso não trará mais custos adicionais:

Citar

É uma solução de custo zero para os envolvidos. São 12 milhões de beneficiários [do conversor]. Compramos 6 milhões de conversores, que recolhidos podem ser redistribuídos. O preço será aquele pago pela EAD”, revelou o ministro.

E você, leitor, o que acha de toda essa história? Aproveite e comente se conhece ou já viu alguém utilizando o Ginga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×