Reginaldo SanTana™

Colaborador
  • Total de itens

    7.609
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    7

Reginaldo SanTana™ venceu a última vez em Janeiro 18 2017

Reginaldo SanTana™ had the most liked content!

Sobre Reginaldo SanTana™

  • Rank
    →» RR Celulares™
  • Data de Nascimento 10-07-1983

Informações do Perfil

  • Sexo
    Male
  • Local:
    Ouroeste-Sp
  • Local de Trabalho
    RR Celulares
  • Trabalho atual
    Técnico Telefonia Celular

Últimos Visitantes

10.115 visualizações
  1. A operadora Oi anunciou nesta semana algumas novidades dentro de seu portfólio pré-pagocom novas ofertas para o Oi Livre. Agora, os planos possuem duração mensal, incluem ligações para outras operadoras, SMS e Internet. Além disso, uma das maiores novidades é que o uso do WhatsApp agora não é mais descontado da franquia, sendo que o Facebook Messenger também foi liberado para uso. No entanto, a oferta não cobre chamadas de voz e vídeo em ambos apps. Confira os novos valores: R$ 10 por mês: 500 MB de internet, 100 minutos para chamadas para qualquer operadora e 300 mensagens SMS R$ 20 por mês: 2 GB de internet, 200 minutos para qualquer operadora e 600 mensagens SMS R$ 30 por mês: 3 GB de internet, ligações ilimitadas para qualquer operadora e 900 mensagens SMS De acordo com a Oi, os planos de 2 GB e 3 GB oferecem ao cliente um bônus de 1 GB que é válido pelos primeiros três meses de adesão, sendo que também existem opções que oferecem mais internet por períodos menores. A Oi ainda destaca que seus planos oferecem a possibilidade de trocar minutos de ligações por internet e vice-versa por meio do aplicativo Minha Oi, sendo que cada minuto vale 4 MB. Além disso, a empresa permite que seus clientes acumulem internet e minutos não usados para o mês seguinte desde que tenha R$ 1 de saldo.
  2. Depois de ter anunciado os novos iPhones e o novo Apple Watch na semana passada, finalmente chegou a hora da Apple liberar as novas versões dos seus sistemas operacionais para uma grande lista de aparelhos. Confira a seguir se o seu iDevice é compatível e como atualiza-lo para a nova versão do sistema. A começar por aqueles que rodam o iOS, como iPads, iPhones e iPods Touch, a proposta da gigante de Cupertino é entregar ainda mais rapidez e estabilidade na nova versão do sistema – quando comparado ao iOS 11, proporcionando um melhor desempenho na hora de abrir o teclado ou tirar uma foto, por exemplo. Além dessa proposição, todos os dispositivos compatíveis contarão com suporte para até 32 participantes simultâneos no FaceTime, novas sugestões e atalhos da Siri, ARKit 2, visando uma melhora nas experiências de realidade aumentada, e aumento da privacidade, com direito a proteção de cookies no Safari. Dispositivos como os iPhone X, iPhones Xr, Xs e Xs Max poderão contar ainda com os novos Memoji, a nova edição dos Animoji, que foram estreados no ano passado junto ao iPhone X. Confira grande parte das novidades do sistema na nossa matéria sobre a WWDC18 e veja na lista abaixo se o seu dispositivo poderá receber a nova versão. iPhone iPhone X iPhone 8 iPhone 8 Plus iPhone 7 iPhone 7 Plus iPhone 6s iPhone 6s Plus iPhone 6 iPhone 6 Plus iPhone SE iPhone 5s iPad iPad Pro de 12,9 polegadas (2ª geração) iPad Pro de 12,9 polegadas (1ª geração) iPad Pro de 10,5 polegadas iPad Pro de 9,7 polegadas iPad Air 2 iPad Air iPad (6ª geração) iPad (5ª geração) iPad mini 4 iPad mini 3 iPad mini 2 iPod Touch iPod touch (6ª geração) Imagem: olhardigital Se o seu dispositivo está na lista acima e você deseja baixar o iOS 12, para realizar o processo de atualização é muito fácil. Primeiro, certifique-se de fazer o backup de informações consideradas importantes e que não estão sincronizadas com algum serviço de nuvem ou salvas em outros lugares. Depois, vá até o aplicativo de Ajustes, toque na opção “Geral” e selecione “Atualização de Software”. Espere até que o sistema encontre a atualização e toque em baixar e instalar. Uma vez iniciado o processo, o aparelho reiniciará algumas vezes. WatchOS 5 Disponível para todos os modelos de smartwatches da Apple, com exceção do Series 1, como vimos no último mês de junho durante a WWDC 2018, os principais destaques da 5º versão do WatchOS são os recursos avançados para corrida, o modo de competição em atividades, a chegada do app de podcasts da companhia, melhora da Siri e das notificações. Imagem: Reprodução / Apple Além disso, os proprietários dos smartwatches compatíveis poderão contar com novo modo de Walkie-Talkie, que permitirá a comunicação instantânea com outros usuários do relógio da empresa. Confira todas as mudanças aqui. Para atualizar o seu Apple Watch é muito simples: abra o aplicativo do Watch no iPhone emparelhado ao relógio, toque em Geral e, em seguida, vá a Atualização de Software. É necessário colocar o relógio no carregador para concluir o processo. tvOS 12 Imagem: Reprodução / Apple Por último, mas não menos importante, com a chegada da atualização, a Apple TV 4K contará com suporte ao Dolby Atmos e ao Dolby Vision, que oferecem uma melhor experiência cinematográfica. Além disso, dependendo do provedor de Tv ou operadora contratada, os proprietários do modelo poderão contar com o recurso Zero sign-on, que permite a autenticação do provedor simplesmente por meio de dados de localização e de rede. O update também conta com novas proteções de tela capturadas do espaço pela NASA. Assim como nos outros dispositivos da empresa, a instalação da atualização também é bastante simplificada. Basta acessar o caminho Configurações > Sistema > Atualizações de Software e selecionar a opção “Atualizar Software”.
  3. Há pouco publicamos uma pauta alertando que os modelos norte-americanos do iPhone XS e XS Max não funcionariam em todos os espectros do 4G brasileiro – isso porque as variantes vendidas na América do Norte (A1920 e A1921) não trazem suporte à rede móvel de 700 MHz, ou seja, nossa banda 28. Basicamente, isso quer dizer que os modelos, apesar de funcionarem com conectividade 4G, ficarão limitados ao uso das bandas 3 e 7, que não oferecem cobertura tão boa em ambientes internos quanto a 28 (que inclusive, era utilizada pelas TVs analógicas). Porém, de acordo com o TechTudo, a Apple Brasil informou que modelos dos novos iPhones que não funcionarem direito com o 4G brasileiro, serão substituídos pela variante que será vendida por aqui. Em outras palavras, a Apple Brasil prometeu a troca dos modelos sob garantia, mas apenas nos casos onde o cliente não consiga se conectar às redes 4G. Ou seja, a maioria dos importadores que adquirir modelos norte-americanos ficará, de fato, sem suporte ao 4G de 700 MHz, e só poderá pedir a troca do modelo caso ele não se conecte ao 4G em hipótese alguma. Como, de momento, essa frequência está sendo liberada aos poucos, muitos municípios ainda não contam com ela (e possivelmente pouquíssimos terão o 4G exclusivamente nesse espectro). [Atualização]: Como suspeitávamos, a Apple não fará a troca do produto mediante a indisponibilidade do 4G; em contato com a assessoria, o Olhar Digital confirmou que a troca só ocorrerá caso seja relatado algum defeito.
  4. Após serem penalizadas pelo Procon-SP por telemarketing a números bloqueados, Vivo, Claro e Oi receberam outra multa devido à violação de direitos dos consumidores, entre os anos de 2009 e 2014. Cada uma terá de pagar R$ 9,3 milhões – considerada a maior punição já aplicada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor. De acordo com o órgão, vinculado ao Ministério da Justiça, as infrações foram cometidas durante a venda de serviços adicionais. Entre eles, estão contratação de notícias por SMS, horóscopo diário, apps de jogos pagos ou espera de chamada com música. Outra justificativa seria a cobrança indevida de pacotes que não foram contratados ou fornecidos de forma correta. As operadoras ainda poderão recorrer da determinação. As multas têm um prazo de 30 dias para haver o pagamento. A condenação também prevê a suspensão imediata dos serviços extras sem o consumidor tomar consciência previamente. A Vivo emitiu uma nota para declarar que “vem desenvolvendo melhorias contínuas de processos e sistemas dos serviços de valor adicionado (ativação, tarifação, cancelamento entre outros), além de buscar a simplificação do portfólio de produtos e serviços”. Já a Claro disse “que a sanção se refere a casos isolados, registrados no estado do Tocantins, em 2009, e que avalia recorrer da decisão”. Para completar, a Oi afirmou não ter recebido a notificação do caso.
  5. O WhatsApp pode receber o modo escuro em breve para os smartphones equipados com sistema Android ou iOS. As modificações já estariam sendo inseridas aos poucos por meio das últimas atualizações, apesar de ainda não liberadas. De acordo com o perfil do WABetaInfo no Twitter, os indícios de que o mensageiro trabalharia na liberação do novo modo estão inseridos em referências secretas nos updates recentes. Confira o post: Informações e privacidade no Twitter Ads O modo escuro serve para melhorar a experiência de leitura durante a noite, além de auxiliar no aumento da autonomia da bateria. O recurso é recomendado para ser utilizado em displays OLED. A função se tornou uma tendência no momento e tem sido aderida por vários outros aplicativos e plataformas. Entre os últimos, estão o YouTube, o Android Mensagens e o serviço de e-mails da Microsoft, Outlook.com. Ainda não há uma definição de quando a novidade ficará disponível a todos. De qualquer forma, a publicação do WABetaInfo afirmou que os usuários deverão ter paciência até todos os testes internos serem feitos e a funcionalidade ser liberada.
  6. Esse ano a Apple apostou agressivamente no sucesso do iPhone X, smartphone já descontinuado, mas que deixa um legado para três outros modelos que prometem levar a experiência notch da companhia para todo mundo que quiser atualizar seu celular a partir de agora. Era sabido mesmo antes da oficialização dos aparelhos, porém, que um deles viria com tela LCD ao invés de AMOLED por questões financeiras. Descobrimos, então, que o escolhido foi o modelo Xr, o mais "barato" e que será lançado a US$ 749 nos Estados Unidos. Porém, também era de notório saber que a Maçã estava enfrentando problemas de produçãocom o smartphone, a ponto de jogar o seu lançamento para a segunda quinzena de outubro, um mês após o lançamento do Xs e Xs Max. Isso, inclusive, impactou a homologação do FCC, órgão regulamentador de telecomunicação estadunidense, que ainda não deu o aval para o lançamento. Claro, tudo indica que a Apple não terá problemas burocráticos nesse sentido a ponto de atrapalhar o seu cronograma. O mais provável é que a certificação ainda não tenha sido dada simplesmente porque a empresa não foi capaz de entregar modelos de testes dessa versão ao mesmo tempo em que enviou os dois construídos com AMOLED. Logo, faz sentido que isso acarrete em um pequeno atraso em relação aos outros dois. O maior impeditivo da gigante de Cupertino em colocar os três iPhones ao mesmo tempo no mercado diria respeito à capacidade da fabricante em trabalhar com o notch em um modelo LCD: esse tipo de tela, mais densa, permite uma maleabilidade menor em relação à outras tecnologias. O display do Xs e Xs Max, por exemplo, permite que ele seja dobrado na região inferior, o que torna possível bordas mínimas. Some a rigidez dos painéis LCD à necessidade do entalhe na tela, e então coloque aí o ineditismo da empresa em aliar esses dois conceitos em um produto, e você chegará ao motivo pelo qual isso vem se mostrando um desafio a ponto de atrasar o lançamento do iPhone Xr. As principais preocupações da Maçã, conforme indicam analistas do mercado, é que o aparelho chegue com vazamento de luz na região do notch. Nâo pegaria bem, ainda mais se lembrarmos que a companhia está apostando alto nele, produzindo o dobro de unidades em relação aos modelos Xs. Além disso, a implementação do 3D Touch no smartphone seria outro empecilho que atrasou sua produção em massa. Mas com a Apple obtendo sucesso em 2018 com o modelo Xr, os dispositivos de 2019 poderão ter uma janela menor entre seus lançamentos, quem sabe chegando juntos ao mercado, como geralmente costuma ocorrer. E você, o que achou dos novos iPhones? Está ansioso pelo lançamento deles no Brasil? Conte para a gente nos comentários! O Apple iPhone XR ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.
  7. Reginaldo SanTana™

    Vivo reforçará sinal 4.5G com espectro de Wi-Fi ainda esse ano

    A operadora Vivo confirmou que está trabalhando junto com a Ericsson para reforçar sua cobertura LTE/4G através dos espectros de 2.4GHz e 2.5GHz, que normalmente é utilizado por equipamentos de Wi-Fi. Segundo a empresa, a utilização dessa frequência não causará interferências aos equipamentos de internet que utilizam o mesmo espectro, graças a capacidade de reconhecimento e ajuste de forma automática. “A tecnologia é capaz de reconhecer onde pode usar esse espectro e com qual potência para não haver interferências. Sabemos que o WiFi já está sobrecarregado, mas há potencial em algumas regiões para acrescentar espectro ao 4G usando essas frequências não licenciadas” Átila Branco, diretor de planejamento e redes da Telefônica Vivo Apesar de a notícia ser muito interessante para usuários, devido a melhoria nos serviços de telefonia, a tecnologia não deverá atender a todos usuários inicialmente. Isso se deve à necessidade de o aparelho ter compatibilidade com esses espectros de sinal. Com isso, ao menos teoricamente, aparelhos que tenham processador Qualcomm Snapdragon 630, 660, 820, 821, 835 e 845 deverão ser favorecidos, graças ao modem Qualcomm X12 LTE. Inicialmente, o projeto atenderá as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, com posterior expansão para mais cidades com o decorrer do tempo. A operadora já possui seis data centers atualizados pela Ericsson, o que inclui os disponíveis na cidade de São Paulo.
  8. Os novos modelos do iPhone trouxeram um design muito similar ao que já conhecíamos no iPhone X, mas apesar de parecer "mais do mesmo" por fora, seu hardware trouxe novidades muito interessantes, e uma delas, em particular, merece ser relembrada. Estamos falando ao suporte dual-SIM – algo que, apesar de não ser exatamente inédito, chegará de uma forma nova no iPhone, algo que não vimos em nenhum outros smartphone até então: utilizando um misto de eSIM e cartão SIM convencional. Em outras palavras, o modelo que será vendido em grande parte do mundo, contará com uma bandeja física com slot para 1 SIM card, e outro cartão interno poderá acomodar uma linha extra (com exceção da China, onde ele trará um slot com espaço para 2 chips) Por mais que a tecnologia seja interessante, ela estreará de forma limitada, sendo suportada por pouquíssimas operadoras de telefonia móvel, apenas em 10 países e 14 operadoras: Na página oficial de suporte da maçã, exibida na imagem acima, podemos ver que o Brasil não aparece lá na lista, porém, vale lembrar que a Claro já tem parceria com a Apple aqui em território nacional, oferecendo um plano baseado no eSIM para o Apple Watch 4G. Agora é saber se a telecom vai adaptar esse plano já oferecido aos novos modelos do iPhone – que por sinal, quando importados da América do Norte não funcionam com a nossa banda 28 (o 4G de 700 MHz). Lembramos que há pouco a maçã oficializou novas capas para o iPhone XS e XS Max e pulseiras para o Apple Watch Series 4.
  9. De acordo com um comunicado emitido para o mercado na noite de ontem (13/09), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu anuência prévia para a efetivação da posse dos membros do novo Conselho de Administração da operadora Oi. A medida está prevista no plano de recuperação judicial aprovado no fim de 2017, sendo que a condicionante da Anatel é que a plena eficácia do ato só valerá após a confirmação do resultado da assembleia geral de acionistas, que está marcada para a próxima semana. O Conselho Diretor da Anatel também concedeu anuência prévia para uma alteração no estatuto social da Oi. Essa medida aumenta o limite do capital da empresa em R$ 4 bilhões passando para R$ 38,038 bilhões. O acórdão publicado pela Anatel traz a seguinte decisão: O conselheiro relator, Leonardo Euler de Morais, também entendeu que as demais alterações estatutárias submetidas à deliberação da assembleia geral extraordinária (AGE) não precisam de análise prévia da agência reguladora De acordo com um comunicado emitido para o mercado na noite de ontem (13/09), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu anuência prévia para a efetivação da posse dos membros do novo Conselho de Administração da operadora
  10. A Anatel autorizou nesta quinta-feira (12) a ampliação do compartilhamento de frequências entre as operadoras TIM e Oi. O processo é realizado no formato de “ran sharing” – também conhecido como compartilhamento de rede de acesso via rádio. Até então, as duas empresas estavam autorizadas a realizar o processo somente na frequência de 1,8 GHz (3G). A partir da decisão, o compartilhamento também passa a ocorrer na faixa de 2,5 GHz (4G). Desta maneira, ambas as companhias agora podem utilizar as mesmas frequências. A agência nacional possibilitava somente que as duas empresas compartilhassem os equipamentos eletrônicos – tais quais os erbs (estações). Daqui em diante, o espectro e o core da rede também serão usados em conjunto. Vale lembrar que, na última terça-feira (10), a coluna Detetive TudoCelular abordou uma possível compra da Oi pela TIM e união das centrais de atendimento, segundo fontes internas haviam falado ao site. As assessorias das operadoras negaram ou não comentaram o assunto. Com a decisão da Anatel, elas passam a ficar mais próximas nas utilizações de rede. De acordo com o conselheiro da Anatel e relator do caso, Leonardo de Morais, a TIM e a Oi agora possuem a permissão para somar os 10 MHz em propriedade de cada uma na frequência de 2,5 GHz. Com isso, elas podem disponibilizar e ampliar seus serviços de banda larga móvel. Via TudoCelular
  11. Reginaldo SanTana™

    TIM comprou a Oi e vai unificar central de atendimento?

    TIM chegou a fechar a compra da Oi e já possui planos de juntar algumas das operações das empresas. As informações dão conta de os funcionários já terem recebido o memorando interno neste final de semana, com o anúncio da aquisição. Ainda segundo os informantes do site, ambas as operadoras iriam adotar o mesmo número como central de atendimento: 144 – atualmente apenas para a TIM. Além disso, uma sede da Oi teria sido aberta no mesmo local da sua suposta compradora, com o objetivo de facilitar a união do contato com os clientes. A fim de investigar se as informações procedem, a coluna Detetive TudoCelular entrou em ação para levantar o que já se falou sobre o tema e quais são os posicionamentos oficiais de ambas as empresas. Vale lembrar que os rumores da junção das duas empresas já surgem há alguns anos. No entanto, em todas as vezes, a possibilidade havia sido descartada pelos executivos das empresas. Na última oportunidade, em uma conferência realizada no mês de março deste ano, o CEO da Telecom Italia, Amos Genish, afastou uma suposta junção das companhias. Na ocasião, o executivo afirmou que “o guidance que demos sobre a TIM Brasil não prevê fusões, é para seu funcionamento isoladamente”. Dias após a declaração de Amos, analistas financeiros do setor de telecomunicações chegaram a avaliar um aumento nas chances de fusão para os próximos meses, em relatório voltado a investidores. Em outro relatório na mesma época, os especialistas do banco JPMorgan entendiam fazer sentido a junção das duas operadoras, por acreditar que a Oi não teria condições de reestruturar a sua atuação na telefonia móvel sem um grande investimento. Apesar de mais de uma fonte do TudoCelular indicar para a aquisição da Oi pela TIM e a união dos serviços de atendimento ao cliente, as duas operadoras não confirmaram a história, quando procuradas pelo site. A assessoria da Oi foi categórica ao negar qualquer compra por parte da concorrente: Já a assessoria da TIM se posicionou ao falar que “a operadora não comenta especulações” TudoCelular
  12. Os assinantes com planos pré-pagos da TIM que possuem suporte ao VoLTE (voice over LTE, em inglês) já podem aproveitar as chamadas de voz em alta qualidade realizadas pela rede 4G na cidade de São Paulo. A novidade também chega à Curitiba e ao Rio de Janeiro, além de aproximadamente outras 1.500 cidades em todo o Brasil. Para pode realizar ligações utilizando o 4G você precisará fazer parte de planos pré-pago, pós, Controle ou Corporativos, e também é necessário que o seu smartphone seja compatível com a tecnologia. Segundo a TIM, o preço de chamadas pelo 4G será realizado de forma transparente aos clientes e não serão cobrados custos diferenciais "pois continuará sendo tarifado da mesma forma, conforme o plano contratado," além de não haver desconto de internet pelo uso do 4G no pacote de dados.
  13. A Vivo é uma das maiores operadoras do Brasil e oferece alguns planos bastante interessantes para o público. Um deles é o Vivo Turbo, que foi criado com foco nos usuários que possuem conta pré-paga. Agora, eis que a Vivo resolveu disponibilizar para o público uma nova opção de plano dentro do Vivo Turbo, com preço menor e duração maior. De acordo com o que foi revelado, essa nova opção custa apenas R$ 9,99 e está disponível para os usuários que possuem números no DDD 11. Ela inclui 1 GB de internet, chamadas ilimitadas entre números da Vivo - seja de curta ou longa distância - e SMS também ilimitado para outros números da operadora. Entretanto, o que chama mais atenção é que esse plano dura 15 dias, enquanto que outros do Vivo Turbo possuem duração de uma semana. Vale notar que outro recurso muito interessante oferecido pela Vivo para quem aderir esse plano é que é possível compartilhar o seu plano de dados de internet com outras pessoas. Para isso, é necessário usar o aplicativo Meu Vivo e é possível compartilhar a internet apenas com outros contatos que possuam conta Controle ou Vivo Turbo. Também devemos destacar que os dados que não forem usados durante a vigência do plano, poderá ser usada quando o usuário renová-lo. Caso você queira aproveitar os benefícios dessa nova opção do Vivo Turbo, você já pode solicitar o plano através da internet ou da central de atendimento da Vivo por chamada. Mas lembre-se que por enquanto ela está disponível apenas para os usuários do DDD 11, sendo que deve ser disponibilizada para o resto dos clientes ao longo dos meses.
  14. Segundo informações divulgadas pela Open Signal nesta semana, a operadora Claro é a que possui a rede 4G mais rápida do Brasil. Como sabemos, a empresa já havia conseguido essa mesma posição em levantamentos anteriores. Agora, ela consegue se solidificar nesta posição com velocidade média de download de 28 Mbps. Já a operadora Vivo aparece em segundo lugar neste quesito com velocidade média de 20 Mbps. De acordo com a Open Signal, esses dados são coletados com base em seu aplicativo que é usado para medir a velocidade de download pelos usuários. Além disso, todas as medições foram feitas entre os meses de março e maio por 372 mil pessoas em todas as regiões do Brasil. Confira abaixo o resultado do levantamento em gráficos que foram disponibilizados na página da Open Signal. Segundo informações divulgadas pela Open Signal nesta semana, a operadora Claro é a que possui a rede 4G mais rápida do Brasil. Como sabemos, a empresa já havia conseguido essa mesma posição em levantamentos anteriores. Agora, ela consegue se solidificar nesta posição com velocidade média de download de 28 Mbps. Já a operadora Vivo aparece em segundo lugar neste quesito com velocidade média de 20 Mbps. De acordo com a Open Signal, esses dados são coletados com base em seu aplicativo que é usado para medir a velocidade de download pelos usuários. Além disso, todas as medições foram feitas entre os meses de março e maio por 372 mil pessoas em todas as regiões do Brasil. Confira abaixo o resultado do levantamento em gráficos que foram disponibilizados na página da Open Signal. Ver Original O levantamento também mediu a disponibilidade do sinal e nesse quesito a operadora vencedora foi a TIM que conseguiu atingir 75,87% de cobertura em sinal 4G para seus clientes. Isso demonstra que a empresa tem conseguido atingir a sua meta de ser líder nesse quesito. Já a Claro e a Vivo ficaram empatadas no segundo lugar nesse quesito. Ambas possuem 62% de disponibilidade, sendo que as empresas conseguem se sair melhor quando o assunto é velocidade média de download em 4G. Fonte: TudoCelular
  15. Se você está esperando por alguma entrega de encomenda para os próximos dias, pode se preparar para algum atraso. A partir da próxima segunda-feira (12), os trabalhadores dos Correios estarão em greve nacional, devido às mudanças nos planos de saúde. Problemas com os Correios têm sido recorrentes. Há poucos dias, o Mercado Livre iniciou uma campanha para alertar a população sobre um aumento nas tarifas que o site de loja virtual considerou "abusivo". Agora, após a justiça suspender o reajuste, a classe de trabalhadores anunciou a greve. Entre as alterações que motivaram a paralisação dos funcionários, a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) pretende cobrar o plano de saúde dos funcionários e retirar do plano os pais dos empregados como dependentes, de acordo com o presidente do sindicato da categoria, Altannes Holanda. Ele ainda acrescenta que a greve antecede uma votação no Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre as alterações nos planos de saúde. O órgão vai julgar a causa na segunda à tarde, e os funcionários aguardarão o resultado. Por fim, o sindicalista afirma que as condições de trabalho dos carteiros em Alagoas também são motivo de reivindicações da classe, já que há "uma falta de efetivo muito grande", que "tem gerado muitas reclamações da população". A falta de carteiros na região é tanta que "beira o caos", afirma Holanda, revelando que a agência "está com diversas unidades operando com metade do efetivo".